sábado, 15 de setembro de 2012

Drops: Intocáveis

 
Anunciado como um dos maiores sucessos comerciais franceses, Intocáveis tem a fórmula dos filmes que encantam por sua sensibilidade e bom humor em temas espinhosos da vida. O longa acompanha os caminhos que levaram à amizade entre Philippe, um aristocrata tetraplégico, e Driss, primogênito de uma família negra do subúrbio francês que acaba se tornando seu ajudante. O filme de Olivier Nakache e Eric Toledano é muito simpático e faz por merecer seus admiradores, difícil resistir a seus encantos. Apesar de apelar para estereotipações, e boa parte delas envolve Driss, em sua origem e características, mas também na sua relação com elementos do mundo de Philippe (manifestações artísticas, especificamente), Intocáveis é um filme com boas intenções, cujos êxitos se sobrepoem aos seus defeitos. A dupla François Cluzet e Omar Sy, então, é um de seus maiores méritos.
 
 
Intouchables, 2011. Dir.: Olivier Nakache e Eric Toledano. Roteiro: Olivier Nakache e Eric Toledano. Elenco: François Cluzet, Omar Sy, Anne Le Ny, Audrey Fleurot, Clotilde Mollet, Alba Gaia Kraghede Bellugi, Cyril Mendy, Christian Ameri. 112 min. Califórnia Filmes.

2 comentários:

Stella disse...

Acho que vou gostar, Wanderley. Espero que o aristocrata permaneça vivo ao final da história.

Alexandre Caetano disse...

Gostei muito da abordagem do contato inusitado entre o imigrante e o milionário! Se não se importa em divulgar links nos comentários, tem uma crítica em www.artigosdecinema.blogspot.com/2012/09/intocaveis-intouchables.html