quinta-feira, 18 de abril de 2013

Cannes divulga filmes selecionados para a edição de 2013 do festival


Nada de figurinhas fáceis, velhos conhecidos de Cannes. Uma cara ou outra já passou pela riviera francesa, mas muito pouco. A 66ª edição do Festival de Cannes optou por deixar de fora de sua seleção oficial cineastas que tradicionalmente estão sempre por lá e que têm produções agendadas para estrear neste ano, foi o caso de Woody Allen (Blue Jasmine), Terrence Malick (Knight of Cups) e Lars Von Trier (Nymphomaniac), este último provavelmente em função das declarações que deu dois anos atrás na coletiva de Melancolia no festival.

No entanto, outras figuras que já passaram pelo festival foram selecionadas como Baz Luhrmann, cujo filme O Grande Gatsby irá abrir esta edição; Sofia Coppola, que estará na seleção Un Certain Regard com Bling Ring - A Gangue de Hollywood; e Nicolas Winding Refn, ganhador do prêmio de melhor direção em 2011 por Drive que retorna ao festival com Only God Forgives.

O festival ocorrerá de 15 a 26 de maio. O júri, que este ano será presidido por Steven Spielberg, ainda está para ser anunciado.

Confira abaixo os destaques de Cannes 2013:


O Grande Gatsby
Dir.: Baz Lurhmann

Descoberto no festival com Vem dançar comigo , o australiano Baz Luhrmann abrirá as atividades do festival com a aguardada adaptação do romance de F, Scott Fitzgerald O Grande Gatsby, assim como fez em 2001 com Moulin Rouge!
O longa conta a história de um veterano de guerra que fica fascinado pelo estilo de vida do seu vizinho milionário, Gatsby. Ele começa a frequentar o círculo de amizades de Gatsby e acompanha o amor que ele nutre por sua prima, Daisy Buchanan. O romance de Fitzgerald busca através dessa trama fazer uma análise da sociedade norte-americana da década de 1920, recém saida da Primeira Guerra Mundial e ainda imersa na ideia do "sonho americano".
Não se sabe até que ponto esta crítica social de Fitzgerald estará no filme de Luhrmann, o cineasta nunca adentrou nesse terreno em seus filmes anteriores. A julgar pelo trailer, O Grande Gatsby trará todas as marcas da filmografia de Luhrmann, seus excessos, flertes com diversos gêneros cinematográficos, direção de arte e figurinos caprichados (ambos assinados por Catherine Martin, vencedora do Oscar por Moulin Rouge!) e a trilha diversificada, que vai de Beyoncé cantando Amy Winehouse, a Jack White, Jay-Z e Florence Welch.
No elenco, Leonardo DiCaprio (Django Livre), voltando a trabalhar com o diretor (os dois fizeram juntos Romeu + Julieta), Carey Mulligan (Shame) e Tobey Maguire (Entre Irmãos).
O filme vai estrear ainda esse ano no Brasil, no dia 14 de junho.




Inside Llewyn Davis
Dir.: Joel e Ethan Coen


Os irmãos Coen (Onde os Fracos não têm Vez) voltam ao festival com uma "falsa" biografia sobre um músico folk na Nova York dos anos de 1960. Inside Llewyn Davis é a história do personagem que dá título ao longa e que por sua vez é inspirada na trajetória do músico Dave Van Ronk, exímio guitarrista e ativista político que inspirou artistas como Joni Mitchell e Bob Dylan.
O personagem será interpretado por Oscar Isaac (Drive), naquela que promete ser a grande oportunidade da sua carreira. O longa ainda conta com participações de Carey Mulligan (no festival com O Grande Gatsby), Justin Timberlake (Curvas da Vida), Garrett Hedlund (Na Estrada) e John Goodman (O Voo).




Le Passé
Dir.: Asghar Farhadi

Após o sucesso de A Separação (vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro de 2012), o iraniano Asghar Farhadi retorna com mais um drama centrado em um casal e os conflitos gerados nessa relação em virtude das diferenças culturais. Trata-se da história de um iraniano que retorna para casa e se surpreende com o novo relacionamento de sua ex-mulher, uma francesa.
Será o primeiro filme de Asghar em língua francesa e o roteiro foi escrito pelo próprio diretor, assim como aconteceu com A Separação. A protagonista é vivida por Bérenice Bejo (O Artista), que substituiu de última hora Marion Cotillard (A Origem). Tahar Rahim (O Profeta) também estará no elenco.




The Immigrant
Dir.: James Gray

Por falar em Marion Cotillard, a atriz francesa estará em dose dupla no festival. O primeiro filme protagonizado pela atriz na seleção deste ano é The Immigrant, que antes chamava-se Lowlife, do diretor James Gray (Amantes).
Cotillard interpreta uma imigrante nos EUA que passa a ganhar a vida em clubes de burlesque e vaudeville. A vida dessa mulher muda quando ela encontra um mágico que tenta reuní-la com sua irmã.
The Immigrant é a nova parceria de Gray e Ric Menello, que juntos assinam o roteiro da produção, assim como fizeram em Amantes. Esta será a quarta vez que o diretor trabalhará com Joaquin Phoenix, com quem já fez, além de Amantes, Os Donos da Noite e Caminho sem Volta. O filme também conta com Jeremy Renner (João e Maria).

Não há trailer divulgado


Wara No Tate
Dir.: Takashi Miike

Thriller do japonês Takashi Miike (13 Assassinos), o filme já estreou no Japão e é adaptado de um romance de Kazuhiru Kiuchi. O longa traz a história de um assassino que mata a neta de um magnata em serviço. Meses depois esse assassino descobre que o magnata está no seu encalço, oferecendo um bilhão de yens para quem conseguir a sua cabeça.
O filme ganhou distribuição da Warner no Japão e é uma produção robusta. No elenco, figuras conhecidas do cinema japonês como Tsutomu Yamazaki (Kagemusha - A Sombra de um Samurai) e Tatsuya Fujiwara (Batalha Real).




Jeune et Jolie
Dir.: François Ozon


Em cartaz nos cinemas brasileiros com Dentro da Casa, François Ozon vai a Cannes esse ano com Jeune et Jolie, descrito como o "retrato de uma garota de 17 anos em 4 estações e 4 canções". No filme, o diretor abordará o processo de descoberta e amadurecimento dessa personagem, que será interpretada por Marine Vacth, atriz pouco conhecida do público.
O resto do elenco do filme é formado por Charlotte Rampling (Melancolia) e Frédéric Pierrot (Há tanto tempo que te amo).

Não há trailer divulgado



Nebraska
Dir.: Alexander Payne

Alexander Payne (Os Descendentes) apresenta Nebraska, filme que conta a história de um senhor que viaja da Montana até o Nebraska na companhia de seu filho, com quem não se dá bem, para resgatar um prêmio milionário que acaba de ganhar. 
Dessa vez Payne não dirigirá um roteiro de sua autoria, o trabalho foi escrito por Bob Nelson, da série The Magic Hour. O filme marca o retorno de Bruce Dern (de Amargo Regresso), pai da atriz Laura Dern, Seu filho será vivido pelo ator Will Forte (Vizinhos Imediatos de 3º Grau).

Não há trailer divulgado


Venus in Fur
Dir.: Roman Polanski

A imagem de Roman Polanski é meramente ilustrativa, mesmo porque não há foto oficial ou dos sets de filmagem do novo longa do diretor. Por isso, todos receberam com surpresa sua presença na seleção oficial, uma surpresa feliz, é claro.
O filme conta a história de um diretor e autor de teatro que está em busca de uma atriz para interpretar a protagonista de sua peça. Entra em seu caminho uma mulher que está disposta a tudo para conseguir o papel.
O personagem masculino principal é vivido por Mathieu Almaric (O Escafandro e a Borboleta) e a feminina será interpretada por Emmanuelle Seigner, esposa de Polanski e que já esteve em alguns de seus filmes, como O Último Portal, Busca Frenética e Lua de Fel.

Não há trailer divulgado


Behind the Candelabra
Dir.: Steven Soderbergh

Com Hemingway e Gellhorn, o Festival de Cannes abriu um precedente ano passado para as produções televisivas da HBO. O telefilme Behind the Candelabra, anunciado como o último trabalho do diretor Steven Soderbergh (Contágio), terá sua estreia mundial por lá. 
O filme conta a vida do showman Liberace, que acumulou uma fortuna na década de 1960 nos EUA, e sofreu por seis anos ao não assumir para o público seu relacionamento com um outro homem, o jovem Scott Thorson.
Liberace será interpretado por Michael Douglas (Wall Street - O Dinheiro nunca Dorme), já seu amante será vivido por Matt Damon (Compramos um Zoológico). O filme deve passar nos canais HBO do Brasil no segundo semestre de 2013.




La Grande Bellezza
Dir.: Paolo Sorrentino


Depois do problemático Aqui é o meu lugar, protagonizado por Sean Penn, o italiano Paolo Sorrentino (Il Divo) volta para sua terra para filmar La Grande Bellezza.
O filme traz a história de um maduro escritor que começa a recuperar em sua vida a juventude através de novos relacionamentos. O filme, nas palavras do próprio Sorrentino pretende ser um retrato da Roma contemporânea.
O protagonista será interpretado por Vernon Dobtcheff (A Vida de outra Mulher).






Only God Forgives
Dir.: Nicolas Winding Refn

Um dos filmes que geram mais expectativa no festival, Only God Forgives marca o retorno da parceria entre o diretor Nicolas Winding Refn e o ator Ryan Gosling, que juntos fizeram Drive, filme que causou frisson na edição de 2011 do festival.
No longa, Gosling interpreta um jovem que acaba se envolvendo com o mundo criminoso em Bangkok. A vida do protagonista se complica ainda mais quando sua mãe surge na história e lhe pede que mate os responsáveis pela morte do seu irmão, que não por acaso fazem parte desse submundo.
Apesar das expectativas sobre Gosling sempre serem grandes, surpreendentemente o primeiro trailer trouxe um burburinho em torno do desempenho de Kristin Scott Thomas (Há tanto tempo que te amo), que surge com uma caracterização completamente surpreendente.
Diferente de Drive, Only God Forgives conta com um roteiro do próprio Winding Refn. Veremos como ele se sai na dupla função.




Zulu
Dir.: Jérôme Salle


Zulu foi o longa escolhido para encerrar as atividades do festival no dia 25. O filme de Jérôme Salle (O Invencível) conta a história do sobrevivente de um ataque promovido por um grupo na África do Sul, que anos após o ocorrido torna-se chefe de polícia de um grupo que atua com homicídios na Cidade do Cabo. As tensões começam a tomar conta da corporação quando ele e seu parceiro, um jovem branco que faz parte de uma família envolvida no apartheid, encontram os corpos de duas jovens. 
O protagonista será interpretado por Forest Whitaker (O Último Rei da Escócia). Seu parceiro de ação será Orlando Bloom (Os Três Mosqueteiros), que pode ter uma nova chance de sair do ostracismo que os anos de canastrice em Piratas do Caribe lhe proporcionou.

Não há trailer divulgado

ATUALIZAÇÃO




Only Lovers left Alive
Dir.: Jim Jarmusch

Adicionado aos selecionados na última hora, Only Lovers Left Alive é um romance gótico protagonizado por dois vampiros que se amam há séculos. O casal será interpretado por Tilda Swinton (Precisamos Falar sobre o Kevin) e Tom Hiddleston (Amor Profundo). Este será o retorno do cineasta Jim Jarmusch ao festival do qual participou pela última vez em 2005, com Flores Partidas, longa protagonizado por Bill Murray. Only Lovers Left Alive parece fazer jus às clássicas histórias de vampiros. O filme ainda traz Mia Wasikowska (Jane Eyre) e Anton Yelchin (A Hora do Espanto) no elenco. 

Não há trailer divulgado

Fora de competição...


Bling Ring - A Gangue de Hollywood
Dir.: Sofia Coppola

Sofia Coppola (Maria Antonieta) não entrou na competição, mas seu novo filme The Bling Ring estará no festival. A produção abrirá as atividades da mostra paralela Un Certain Regard.
Inspirado em eventos reais, o longa mostrará uma gangue de jovens inconsequentes e obcecados pela fama que rastrearam a vida de algumas celebridades norte-americanas para saquearem suas casas em Los Angeles.
A protagonista do filme é interpretada por Emma Watson (As Vantagens de ser Invisível) e há participações de Leslie Mann (Eu queria ter a sua vida) e do músico Gavin Rossdale. O filme está previsto para estrear em junho no Brasil.




Blood Ties
Dir.: Guillaume Canet

Segundo filme com Marion Cotillard no festival, Blood Ties se diferencia por ser o mais novo longa dirigido pelo marido da atriz, o também ator Guillaume Canet (que dirigiu o financeiramente bem-sucedido Até a Eternidade). Primeiro filme em língua inglesa de Canet, Blood Ties contou com a colaboração de James Gray, que dirigiu Cotillard em The Immigrant, no roteiro, e é um remake de um longa francês que ele protagonizou em 2008 chamado Laços de Sangue
O longa conta a história de dois irmãos que estão em lados diferentes da lei mas acabam lutando juntos contra criminosos no Brooklyn da década de 1970. 
Os irmãos do filme serão interpretados por Clive Owen (Hemingway e Gellhorn) e Billy Crudup (Comer, Rezar, Amar). Cotillard e Mila Kunis (Oz - Mágico e Poderoso) serão os interesses amorosos dos protagonistas. 

Não há trailer divulgado

Para conferir a seleção oficial completa, clique aqui.

Um comentário:

Stella Daudt disse...

Eletrizante o trailer de "Only God Forgives"!