sábado, 15 de junho de 2013

Prova de fogo

Antes da Meia Noite testa os sentimentos de Jesse e Celine após dez anos de casamento e duas filhas no filme mais "pé no chão" da série e também o mais terno
 
 
Jesse e Celine alcançaram a maturidade, assim como Ethan Hawke e Julie Delpy em Antes da Meia Noite, filme que fecha um ciclo na vida dos personagens que se conheceram em Antes do Amanhecer e se reencontraram em Antes do Pôr-do-Sol. Dez anos após Antes do Pôr-do-Sol,  Jesse e Celine estão casados e são pais de gêmeas, Ella e Nina. Em Antes da Meia Noite acompanhamos o último dia de férias do casal no sul da Grécia, após Jesse deixar no aeroporto o seu filho, rumo aos EUA, onde retorna para a casa da sua ex-mulher. A proposta para os personagens aqui é avaliar se o amor consegue se sustentar em meio à rotina doméstica e o tempo.
 
Na sua busca por respostas, Antes da Meia Noite não chega a ser um filme cru e duro com seus protagonistas, como o foi Namorados para Sempre, por exemplo, filme de Derek Cianfrance com Ryan Gosling e Michelle Williams, só para fazermos um paralelo. A ternura e o encantamento dos dois filmes anteriores da série cedem lugar para a parceria de boa parte de uma vida. O amor em Antes da Meia Noite brota da identificação e da cumplicidade de Jesse e Celine, tornando-se o longa mais comprometido com a realidade (a sua maneira, os anteriores também o eram). Talvez por esse mesmo motivo e por mostrar a sublimação do sentimento que o casal nutre há dez anos, em meio a adversidades, a convivência e consequente necessidade de tolerância, que a série cinematográfica atinja o auge da sua maturidade nesse longa.
 
 
Mais uma vez, toda a narrativa é calcada nos diálogos travados por Jesse e Celine, boa parte deles acompanhados sem cortes por Richard Linklater que, como de praxe, interfere o mínimo possível na dinâmica do casal. A responsabilidade quase que total está novamente nas mãos de Hawke e Delpy, que demonstram a sinergia usual interpretando o roteiro que criaram junto com o diretor (o trio está na função desde Antes do Pôr-do-Sol e essa parceria só contribuiu para o crescimento da série). Uma das melhores transformações desse novo script é a "evolução" das neuroses de Celine, assumindo de vez sua porção Woody Allen na trama. E se a forma contestadora e irônica com que Celine via o mundo fazia Jesse se derreter nos longas anteriores, aqui surge como um defeito a ser tolerado por ele. Da mesma forma, o romantismo sem concessões de Jesse passa a ser encarado com certa irritabilidade por Celine.
 
Retomemos o trabalho da dupla central. Não dá para falar de Antes da Meia Noite, tampouco tecer elogios ao seu roteiro, sem mencionar a parceria entre Ethan Hawke e Julie Depy. Mais seguros dos seus personagens desde Antes do Pôr-do-Sol, e terem se tornado roteiristas foi fundamental para esse processo, os atores surgem confortáveis e seguros o suficiente em cena para explorar o que cada um tem de melhor a oferecer para as versões maduras de Jesse e Celine. Não há uma só linha desperdiçada do roteiro, nada que o excelente timing da dupla não dê conta do recado. É verdade que Delpy tem as melhores falas do longa, mas tudo é uma troca, um trabalho em conjunto. Um princípio básico para a história de Jesse e Celine ter dado tão certo dentro e fora da telona.
 
 
Antes da Meia Noite é provavelmente o filme mais agradável de se assistir da série. Romântico e irônico na medida exata, Richard Linklater, Ethan Hawke e Julie Delpy encerram um belíssimo ciclo de suas carreiras no cinema e também das suas vidas. Que não me falhe a lembrança, Antes da Meia Noite é um dos raros filmes sobre a maturidade amorosa que não possui uma percepção melancólica e pessimista sobre o amor. O longa encerra a passagem dos seus personagens no cinema com mais otimismo e doçura que Antes do Amanhecer e Antes do Pôr-do-Sol juntos. Nossa vida é caótica, dura e muitas vezes ingrata. Os defeitos dos outros ganham proporções insuportáveis com a intimidade. Mas se no meio disso tudo existir um sentimento sincero, as chatices da vida adulta vão para debaixo do tapete sem maiores aborrecimentos e traumas.

 
 
Before Mifnight, 2013. Dir.: Richard Linklater. Roteiro: Richard Linklater, Ethan Hawke e Julie Delpy. Elenco: Ethan Hawke, Julie Delpy, Walter Lassally, Seamus Davey-Fitspatrick, Jennifer Prior, Charlotte Prior, Xenia Kalogeropoulou, Ariane Labed, Yiannis Papadopoulos, Athina Rachel Tsangari. 101 min, Diamonf Filmes.

Nenhum comentário: