sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Drops: Transformers - A Era da Extinção


Transformers- A Era da Extinção é o tipo de filme no qual muita coisa acontece, mas ao mesmo tempo nada acontece. Entenderam? Vou explicar... Aqui, como em qualquer filme dirigido por Michael Bay, especialmente os longas dessa franquia de ação, são gastos dólares e mais dólares em efeitos especiais e em quase três horas de projeção (exageradamente desnecessárias) só existem cenas de ação e mais nada. E já estou ouvindo, ou lendo, algumas defesas: "Ah! Mas é só diversão, não precisa de 'história'". Não sei vocês, mas um blockbuster torna-se ainda mais especial quando se valoriza como narrativa e aguentar três horas de diálogos estúpidos entre robôs e ausência completa de personagens humanizados (não necessariamente humanos) é um suplício. Maior contraponto possível a esse longa na temporada são os bem-sucedidos X-Men - Dias de um Futuro Esquecido e Planeta dos Macacos - O Confronto que não esqueceram sua condição de "cinema" e ainda proporcionaram o mais elevado nível de diversão que um blockbuster pode gerar. Aprende, Michael Bay, porque com o dinheiro que você gasta nessa franquia e um "tiquinnho", mas um "tiquinho" de esforço mesmo, você poderia fazer algo que não fosse tão entediante quanto isso aqui.

Um comentário:

BRENNO BEZERRA disse...

Louva-se o nosso profissionalismo que nos faz sair de casa para ver um filme como esse.