domingo, 21 de junho de 2015

Drops: Dois Lados do Amor



Dividido em dois filmes identificados pelos pronomes Him e Her (aqui no Brasil, foi lançada pela distribuidora apenas a versão Them, um compacto dos dois), Dois Lados do Amor mostra a perspectiva que um casal interpretado por James McAvoy e Jessica Chastain tem sobre a separação. O filmeem inglês The Disappearance of Eleanor Rigby, é um longa sobre ausências, a ideia do desaparecimento de pessoas e aspirações em nossas vidas (algo parecido com o que vimos no brasileiro Entre Abelhas).  A ausência ronda não apenas os seus protagonistas, despedaçados por uma tragédia irreparável, mas também todos os demais personagens que os cercam, todos eles definidos pelo sentimento de incompletude, de frustração e de fúria pelo que suas vidas potencialmente poderiam ser e não foram. Temos a mãe de Eleanor que poderia ter sido uma grande musicista mas optou pelo casamento, o pai de Conor que foi completamente omisso com o filho e sua primeira esposa, a professora universitária desiludida com a docência e com a relação amorosa e Eleanor e Conor, que viram a intensa paixão do seu casamento se transformar em uma espécie de espectro da tragédia familiar. Ned Benson, que dirigiu e roteirizou o projeto, faz de Dois Lados do Amor um filme com personagens de carne e osso, conferindo dramaticidade e leveza a sua história de amor, mas evitando o tom sisudo ou excessivamente otimista que estas tramas costumam ter. No elenco, Benson conta com as interpretações inspiradas dos sempre competentes Jessica Chastain e James McAvoy e ainda dá espaço a momentos pontualmente interessantes de atores como Isabelle Hupert, Viola Davis, William Hurt, Ciarán Hinds e Bill Hader. 

Nenhum comentário: