sábado, 13 de junho de 2015

Drops: Kingsman - Serviço Secreto



Deveriam existir mais realizadores de blockbusters como Matthew Vaughn, cineastas que não se contentam com a função burocrática de executor de roteiros em sets de filmagem que os estúdios costumam delegar. Se pelo menos mais deles existissem, com certeza o marasmo que toma conta de algumas temporadas de verão norte-americanas teriam um fim. O inglês sabe como chegar no circuito gerando baixíssimas expectativas e surpreender os cinéfilos mais desavisados acerca dos materiais-fontes que costumam inspirar seus filmes. Vaughn sabe como deixar o público empolgado sem contar com o hype "marketeiro" que a maioria dos seus colegas contam. Foi assim com Stardust - O Mistério da Estrela, Kick-Ass - Quebrando Tudo, X-Men - Primeira Classe (na época em que a franquia estava relativamente em baixa) e agora Kingsman - Serviço Secreto. O filme traz a história de uma organização secreta de espiões altamente qualificada e refinada que procura um novo agente para substituir um de seus membros morto em uma missão. Harry Hart (Colin Firth), um dos mais respeitados espiões da organização, recruta um jovem problemático para os testes em consideração a um amigo falecido, pai do rapaz. Kingsman conta com o ritmo clipeiro e a violência estilizada - e explícita - de alguns filmes do diretor, o mais notável exemplo é Kick-Ass. Existe uma explícita reverência do longa aos filmes de espionagem do passado, resgatando a classe dos agentes ingleses e o entretenimento e a fantasia em estado bruto, sem recorrer a compromissos com a realidade ou o lado sombrio dos seus personagens, um tom cada vez mais frequente que este tipo de produção tem adotado atualmente (isto é inclusive dito pelo personagem de Samuel L. Jackson em dado momento da história). Kingsman tem um roteiro delicioso, uma direção interessante e vibrante do seu realizador e desempenhos espetaculares de um elenco que inclui Colin Firth, Samuel L.Jackson (imperdível e impagável como o grande vilão do longa) e Michael Caine, sem falar na revelação que é o jovem Taron Egerton, intérprete do aspirante a espião Eggsy. 

Nenhum comentário: