sábado, 27 de junho de 2015

Drops: Minions



Os minions eram a melhor parte de um produto que já não era muito bom. Em dois filmes, a franquia Meu Malvado Favorito mostrou uma narrativa fraca em nada equiparada a boa fase de animações que lhe era contemporânea. Com um filme solo, os ajudantes de Gru não são lá muito beneficiados, alguns problemas persistem e nem mesmo o carisma dos personagens sustenta a história. Em Minions acompanhamos os eventos que antecederam Meu Malvado Favorito. As criaturinhas amarelas procuram um novo vilão para seguir, mas eles são tão desastrados que todas as vezes que encontram um chefe acabam dando um jeito dessa relação terminar mal. Sem um vilão para ajudar em suas maldades, os minions acabam entediados e desmotivados. Tudo muda quando o minion Kevin resolve liderar uma busca por um novo chefe para o grupo. Junto com Bob e Stuart, Kevin chega a Scarlet Overkill, a mais perigosa vilã do mundo, e lhe oferece os serviços dos minions em troca apenas de total subserviência. Scarlet impõe então um desafio a Kevin, Stuart e Bob, eles terão que roubar a coroa da rainha da Inglaterra. A partir dai o filme segue em uma série de esquetes sem fim protagonizadas pelos minions. A animação até tem uma introdução bem interessante que mostra a passagem do grupo por momentos históricos importantes, mas logo depois, a trama em si revela elementos de total desinteresse e apatia, sobretudo a grande vilã Scarlet Overkill, uma personagem mal construída e que em momento algum diz a que veio. Talvez Minions fosse um fracasso anunciado, transformar sidekicks em personagens centrais de uma história nunca dá certo, afinal, eles não teriam graça não fossem alívios cômicos distribuidos em momentos isolados de Meu Malvado Favorito, sustentar uma trama própria são outros quinhentos. 

Nenhum comentário: