segunda-feira, 8 de junho de 2015

Drops: O Homem que Elas amavam Demais




O Homem que Elas amavam Demais é um longa francês baseado em fatos reais, o que para muitos significa que ele traz consigo dois selos que atestam a sua qualidade (sim, tem pessoas que qualificam um filme como bom pela sua nacionalidade, pela força do pacto que ele estabelece com a realidade, enfim...). O filme de André Téchiné conta a história de Agnés Le Roux, herdeira de um famoso cassino em Nice que, na década de 1960, põe tudo a perder após se apaixonar pelo mulherengo ex-advogado da sua mãe. Téchiné conduz a sua história com uma certa sobriedade e conta com a presença interessante de Adèle Haenel, no papel principal. É uma pena que o roteiro do próprio Téchiné e de  Cédric Anger não mergulhe na psicologia dos seus personagens e sejamos reféns de uma burocrática Catherine Deneuve e um pouco expressivo Guillaume Canet. É um daqueles filmes que desperta algum interesse do espectador no terceiro ato não pela obra em si, mas pelo material original que a inspirou, porém isso não é o suficiente, falta um pouco de vibração e de vigor no projeto. 

Nenhum comentário: