sábado, 26 de setembro de 2015

Drops: Um Senhor Estagiário



Goste ou não goste da diretora e roteirista Nancy Meyers (Simplesmente Complicado, O Amor não tira Férias e Alguém tem que ceder), uma coisa ninguém pode negar, ela consegue manter uma coerência e uma assinatura própria em sua filmografia. Até mesmo os deslizes da realizadora em cada um dos seus filmes são bem parecidos. Um Senhor Estagiário não fugiria a esta regra, mantém-se agradável graças ao carisma do seu elenco principal (no caso, Robert DeNiro e Anne Hathaway), mas sofre com um roteiro bobinho no tratamento dos dramas dos seus personagens. No filme, Robert DeNiro vive um viúvo aposentado que se candidata e consegue o cargo de estagiário sênior em uma empresa de e-commerce chefiada pela jovem workaholic Jules, personagem de Anne Hathaway. A relação entre os dois começa com uma série de desconfianças e preconceitos da parte de Jules, mas logo ela cria um vínculo de amizade com o estagiário que a ajuda a enfrentar diversos problemas em sua vida pessoal e profissional. No "frigir dos ovos", as "lições de vida" de Um Senhor Estagiário são parecidas com qualquer papo psicanalítico ou motivacional preguiçoso, gerando reflexões que nos levam à conclusão de que a experiência é uma dádiva. É certo que Meyers tenta abordar questões de cunho feminista ao trazer a personagem de Hathaway como uma jovem empreendedora que tenta lidar com a pressão social de ser uma mãe impecável, mas como já mencionei, a diretora e roteirista não costuma ter fôlego para ir além da superfície em suas histórias, aqui não seria diferente. 

Nenhum comentário: