segunda-feira, 21 de março de 2016

Drops: Zootopia - Essa Cidade é o Bicho


Zootopia cumpre uma qualidade básica para que um longa de animação supere as expectativas dentro do seu próprio nicho cinematográfico: ele evita tornar-se um filme de nicho, o que na seara dos filmes de animação significa ser uma narrativa voltada exclusivamente para o público infantil. Agora sob a supervisão de John Lasseter, "chefão" da Pixar desde Toy Story e que assume a função de produtor executivo desse e de outros títulos como Frozen, Operação Big Hero e Detona Ralph, a Disney se reinventou  no território das animações, que sempre fora sua especialidade, com longas que ao mesmo tempo que não afastam os seus públicos "naturais", as crianças, não deixam de agraciar os adultos com universos ricos e repletos de discussões profundas e sensíveis. Em Zootopia, a equipe da Disney cria uma história que reflete sobre questões determinantes no mundo em que vivemos como as desigualdades nas estruturas sociais e a intolerância com a diversidade. Repleto de sacadas interessantes e muito bem engendradas pela equipe de roteiristas e diretores do filme, o longa tem início com a história da coelhinha Judy Hopps, que sonha em ser policial desde pequena e acaba parando no departamento de trânsito de Zootopia, já que seu supervisor não acredita que um animal da sua espécie possa lidar com casos mais "graves" como o recente desaparecimento de alguns predadores da cidade. Acontece que, com a ajuda da malandra raposa Nick Wilde, Judy começa a empreender a investigação para o caso e faz descobertas que acabam abalando toda a dinâmica de Zootopia. Cheio de referências e sacadas inteligentes, Zootopia acaba revelendo-se ao público como um longa surpreendente pela maneira madura com que conduz a sua cartela delicada de temáticas a serem tratadas, sem didatismos ou mesmo tornando sua narrativa inacessível aos pequenos. Tudo é tão natural e marcado pela sagacidade dos realizadores no desenlace da sua trama policial que ao fim da projeção a certeza que fica é aquela que estamos diante de um dos produtos mais sólidos do estúdio em anos. 

2 comentários:

Arely disse...

É difícil garantir o sucesso de um filme, mas ultimamente a Disney excedeu-se com cada entrega. Primeiro congelada, depois de Zootopia 2016 e logo Moana. Big herói eu também descobriu bom, mas eu acho que os números gerados não são comparadas com suas irmãs. Zootopia reboque define como "azoombrosa" e foi. Desde humor é manuseado, também para os adultos, para os detalhes visuais dos personagens. Vi que em breve estará à TV, eu vou vê-la novamente. Espero Moana porque a Disney mudou ao longo dos anos a sua princesa modelo e Moana, pelo menos fisicamente, é que mais mudanças virão.

Wanderley Teixeira disse...

Sim, Zootopia é bastante interessante e possui muitas camadas de leitura. Já está sendo exibido pela Rede Telecine. E Moana deve seguir nessa proposta de reconstrução dos contos de fadas que o estúdio tem empreendido faz algum tempo.